lessphp fatal error: load error: failed to find /chroot/home/epstorec/semdorsemgloria.com.br/html/wp-content/themes/theme45051/style.less Redução de gordura abdominal… Qual o segredo? | Sem Dor, Sem Glória

Redução de gordura abdominal… Qual o segredo?

Redução-de-gordura-abdominal
Olá caros leitores deste saudável e edificante site, o presente post é inspirado em um pedido muito constante das leitoras, que lhes apresentamos nesta frase, a qual ouvimos quase que diariamente: “Eu estou muito contente com o tamanho das minhas pernas e do meu bumbum, quero mantê-los assim, porém o que me incomoda é essa minha barriga flácida e estufada de uma senhora obesa de 99 anos que carrega trigêmeos. Quero definir minha barriga mas manter o restante como está, como faço?”

Bom, diante deste questionamento nos deparamos com duas opções, um método revolucionário que seria o de arrancar – lhe as pernas, guardando – as dentro de um freezer, através de cadeiras de rodas realizar alguns meses de treinamento aeróbico com suporte de uma boa dieta e então após perdida a gordura descongelamos e introduzimos novamente as pernas, mantendo – as intactas.

Outro é sentar – me com toda calma do mundo e explicar a este pobre ser desprovido de conhecimento que isso é algo praticamente impossível. Pois se você tem um excesso de gordura em uma região, provavelmente seu percentual de gordura está alto, sendo então que também acumula gordura em outras regiões, neste caso devo dizer que o corpo jamais elimina gordura de forma localizada, mas como um todo. Então se o presente ser quer trabalhar com redução de gordura, acabará perdendo medidas nas suas amadas pernas, as quais provavelmente estão volumosas por carregar um excesso de gordura.

Não vamos nos prender a falar sobre pernas e glúteos, pois este foi o tema de outro post. E como dito no título, o foco é a região abdominal, iremos dar ênfase nesta região, porém dicas básicas devem ser introduzidas inicialmente, as quais valerão para sua definição corporal como um todo, ou de alguma forma há quem queira um belo tanquinho com uma bunda flácida e cheia de celulite ou no caso dos homens braços frágeis? Acredito no conjunto, aliás, a beleza física está aliada a simetria e proporção, então vamos trabalhar o corpo como um todo, e lembre – se: “MAGRELO COM ABDÔMEN DEFINIDO É COMO UMA GORDINHA PEITUDA, NÃO CONTA”.

Apresentada esta sábia frase, que sejam apresentados os conceitos sobre um aspecto muito importante diante dos seus objetivos referente a redução de gordura ou par a a definição muscular, a DIETA.

A qual será responsável pelo seu mau humor e irão separar os homens dos meninos, os merecedores dos fracos e acomodados.

As regras são simples, deve se manter uma dieta hipocalórica, gastando – se mais calorias do que ingerindo. Os carboidratos devem ser reduzidos entre 1~2g/kg corporal. Ou seja, se o senhor pesa cerca de 100kg, ingira entre 100 e 200g de carboidratos por dia. Privilegiando os de baixo índice glicêmico, usando alto índice glicêmico apenas em horários específicos, como desjejum e pós treino. Agora a chave da dieta é o consumo de proteínas, pois estas serão as responsáveis pela manutenção da sua massa muscular, evitando o catabolismo. Ingira entre 3~4g/kg corporal. Gorduras boas devem ser utilizadas, gosto de azeite de oliva. Outra dica é manter uma suplementação também anticatabólica, utilizando – se de BCAA’s, Glutamina, Vitaminas, principalmente a C, Whey Protein e Caseína. E o grande Up dessa suplementação seria o uso de termogênicos para acelerar o metabolismo, gastando então mais calorias. O colega Vinicius Tonioli que já escreveu alguns posts para o DT, usou o Final Cut da Integralmédica. Lembrando que termogênicos não são pré treinos, o “gás” que eles dão é um efeito passageiro e uma consequência da cafeína, sendo realmente a sua principal função a aceleração do metabolismo.

Agora outro tópico importante é a forma de treinar seu abdômen. O abdômen é um músculo como outro qualquer, ou seja, ele precisa de uma sobrecarga para se desenvolver, da mesma forma que você utiliza de pesos para fazer agachamento e supino, o abdômen também precisa. A pequena diferença do abdômen para os demais músculos é a sua grande resistência e capacidade de recuperação, então deve – se usar repetições altas, nada de 3 x 100 como muitos acreditam, mas repetições entre 15 e 30, com intervalos curtíssimos, 15 segundos é o necessário para uma nova série, e é claro, treinar abdominais em dias alternados, ou seja, dia sim, dia não. Um muito utilizado é o circuito, onde se usa 3 tipos diferentes de abdominais, cada um focando em umas das regiões do abdômen, e realizamos uma série de cada um sem intervalo entre a troca de exercícios, descansando então 15 segundos e partindo para uma nova sessão, totalizando então 5 repetições do circuito.

Ok? Novamente repetimos, não esperem fichas ou dietas prontas aqui, nosso objetivo é ensina-los a pescar, não torna-los robôs obedientes de fichas prontas. Caso ainda precise de algo a mais procurem um profissional capacitado que possa lhes dar orientações tanto em relação a treinamento como dieta, aconselho é claro um Personal Trainer e um Nutricionista Esportivo.

Gostaríamos de lhes desejar sucesso nessa jornada e mais que isso, paciência. A chave do sucesso na musculação é se manter firme e constante. Muitos tem o privilégio de resultados rápidos, porém a maioria dos campeões são aqueles que estão ali batalhando dia após dia na busca do seu propósito de vida e lembrem –se, da mesma forma que NO PAIN NO GAIN, vale a máxima e tão importante:  NO BRAIN NO GAIN.

Fonte: Dicas de treino

No Comments Yet.

Leave a comment

 

Skip to toolbar